Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

terça-feira, 5 de junho de 2012

FACETAS (11)


Como e para que julgar o mundo
Se é imenso o número de coisas
Que não sei fazer?

Que sei dos cálculos de um físico?
Não sei fazer um corte ao coração
Como faz o cirurgião.
Nem sei cobrir vãos feito o engenheiro.
Não sei do padeiro o ofício do pão.
Nada sei da paciência da florista
Ou de um operário.
Que sei da faina de um geógrafo?
Não sei fazer o trabalho de obstetra,
Não sei do método do carpinteiro,

E não sei fazer o serviço enciclopédico
Do coveiro.


Foto: Marcantonio

4 comentários:

Sônia Brandão disse...

Mas sabe lidar muito bem com as palavras.

bj

Bípede Falante disse...

Volta e meia julgo o mundo, o vizinho, o marido, o filho, eu mesma e depois me sinto muito muito mal.
beijoss

Maria Muadiê disse...

Nem eu.
Muito não saber.

Domingos Barroso disse...

"E não sei fazer o serviço enciclopédico
Do coveiro."

é isto,
é isto
...