Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

domingo, 20 de outubro de 2013

POEMAS EVISCERADOS (6)



TOLICE

A cavidade abdominal
É um nicho perfeito,
Segundo dizem os tolos,
Para a ausência de santidade:
É por ali que se fincam
(supõem)
As raízes tuberosas do pecado,
Entre vísceras
E órgãos
Nos quais jamais se executará
- concluem -
Uma das sublimes 
Fugas de Bach. 



3 comentários:

Tania regina Contreiras disse...


O senso comum transformado num belo poema... que diz sempre e muito mais do que qualquer pretensa verdade. Bravo!

Beijos,

cirandeira disse...

E pensar que Bach comeu o pão que o diabo amassou, que era considerado um "músico medíocre" por indivíduos invejosos e mesquinhos. Suas "fugas", prelúdios e tocatas romperam com a "santidade" das igrejas que tentavam sufoca-lo. Quantos séculos passaram!? É dura a vida dos gênios, não é, Marcantonio?

beijos

Leonardo B. disse...


[sublime a arte

da fuga, aquela
que os tolos não sabem como entender...]

um imenso abraço, Marcantonio

Lb