Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

REFLEXO

Nesse espelho irônico,
se olho de esguelha,
vejo as garras do mundo
puxando a minha orelha.

5 comentários:

Cris de Souza disse...

Em cálices e sem pudor, beberei deste azul esplendor.

Beijo do mar, Marco.

Kenia Cris disse...

Um casa com paredes de céu e nuvens?! Saiba que estive aqui, e voltarei porque essa casa se chama liberdade e aqui a gente pode encher os olhos e o coração. =)

Beijo Marco querido!

betina moraes disse...

hum... acho que pode ser assim para todos nós.

muito bom.

Domingos Barroso disse...

Puxão de orelha
dói pra chuchu
sobretudo
pelas garras
do mundo.

Forte abraço,
meu amigo.

Luiza Maciel Nogueira disse...

irônico hein o espelho sempre é humorista - que quem puxa a orelha é a autoridade

beijo