Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

ABECEDÁRIO (g)



“G", DE GRAVITAR


Se a poesia fosse uma caminhada
Importava encontrar transversais
Que tornassem a ronda
Longa demais.

Se a poesia fosse uma caminhada
Importava muito o olhar indiscreto
Lançado aos quintais com portões
Abertos.

Se a poesia fosse uma caminhada
Importava mais não observar o céu
Nem dar cambalhota ou saltos altos
E deixar as estrelas
Em paz.

Se a poesia fosse uma caminhada,
Orfeu bem o sabia,
Impossível seria não olhar para trás.


Anselm Kiefer, Palmsonntag, téc. mista, 2006. Daqui.

5 comentários:

Luiza Maciel Nogueira disse...

a impossibilidade é tão bela

beijos

Lara Amaral disse...

As rondas alternativas do olhar poético.

Muito bom!

Beijo.

cirandeira disse...

Olá Marcantonio,

tô passando pra desejar-te uma boa virada de calendário, se possível,
com boas entradas e saídas melhores, bem melhores!
Que nas transversais do tempo possas dar umas boas cambalhotas!!

beijosss

Adriana Riess Karnal disse...

marco,
nao tenho visto soluçao melhor que poesia. um bom ano pra ti.

Obat Herbal Alami disse...

Nice Post..!
Like It's,,,