Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

ABECEDÁRIO (l)



“L”, DE LONGE


A fria maneira
De dizer adeus:
Rápido degelo.

A tórrida maneira
De dizer adeus:
Fusão de metais.

A convulsa maneira
De dizer adeus:
Ciclone, enxurrada.

A traiçoeira maneira
De dizer adeus:
Um revoar de ferrões.

A pior maneira
De dizer adeus:
Emparedamento.


Anish-Kapoor, Memory, instalação, 2008. Imagem retirada DAQUI.

9 comentários:

Suzana Martins disse...

A pior maneira de dizer adeus:
em meio ao silêncio que grita!

Abraços

Mínimo Ajuste disse...

Dizer Adeus pode ser um alívio!

beijoss

BF

Leonardo B. disse...


[o longe,

por fora
adentro do horizonte.]

um imenso abraço, Marcantonio

Leonardo B.

Parole disse...

Seus poemas para além de poéticos são extremamente inteligentes.Gostei muito do que li.

Parabéns!

Eleonora Marino Duarte disse...

impactante!!!

fiquei sem saber qual a pior maneira de dizer adeus, todas me arrepiaram....

um beijo.

Tania regina Contreiras disse...

Todas as formas de dizer adeus doem!

Beijos,

Ira Buscacio disse...

De A a Z, qualquer maneira de adeus é parede

bj

Maria Muadiê disse...

Gostei muito. Gosta da sua voz, da sua autoria. Um abraço.

Vanessa Carvalho disse...

Gostei daqui.

Flores.