Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

terça-feira, 5 de outubro de 2010

DESTERRO VOLUNTÁRIO

Não há nenhuma poesia
no meu cotidiano,
portanto, solicito no exterior
o asilo poético.

Um comentário:

Kenia Cris disse...

Duvido muito que o seu cotidiano não seja poético!

São muitas as linhas traçadas no seu interior.


Beijoca!