Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

TEMPO

Cronos,
titã terrível
que não sofre
de constipação
intestinal!

























Goya, Saturno devorando seus filhos.

10 comentários:

Luiza Maciel Nogueira disse...

ah sim, nunca sofre, o tempo corre

:)

beijos e obrigada!

inté...

Cris de Souza disse...

Essa doeu!

Impressionante...

betina moraes disse...

rs,

genial!

Domingos Barroso disse...

É verdade, meu amigo,
eis aí um glutão!

(come de tudo até simples esperançazinhas) e aos arrotos
põe das vítimas os sonhos pra fora.

Forte abraço.

Assis Freitas disse...

estomago de avestruz, cruz credo

abraço

Tania regina Contreiras disse...

Esse Azul está mesmo incrível...Vemos mais do poeta, que se arrisca mais, que bom!

abraços,

cirandeira disse...

Excelente!, esse teu "outro" espaço, Marco. Tua criatividade, tua Poesia!, me deixa assim meio que num estado de paralisia, a ponto de ter que esperar um certo
Tempo para absorvê-la! É uma espécie de narcolepsia, não tenho
como furtar-me a essa sensação, só
mesmo o Tempo poderá ajudar-me. Ou
não, já que ele é imponderável e
absoluto! quer eu queira, quer eu não...!

Beijo

Maria Paula Alvim disse...

... até que um dia fizeram-no descomer tudo, né?

Boa, gostei!

S. disse...

comer o que sai do proprio ser n faz mal a ng. vc nunca destruiu sua obra?
beijos beijos

Lua Nova disse...

Será...?
Beijokas.