Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

TEMPO DE EXPOSIÇÃO (45)

TESTEMUNHA

Você conheceu o quadro de Jan van Eick
“As Bodas do Casal Arnolfini”?
(Curioso que no fim do nome Arnolfini
Haja fini, finis, fim).

É quadro tão terno. Dizem que eterno.
Na parede ao fundo há um espelho,
E Jan pôs nele o reflexo das testemunhas
Do casamento; e, como para fazer-se
Um autorretrato, lavrando um documento,
Escreveu acima do espelho:
Johannes de Eick fruit hic,
“Jan van Eick esteve aqui”.

Pois bem, nessa tua fotografia
Ficou também no espelho do teu olho
Um benévolo testemunho
Das tuas bodas com a vida.
E uma frase escrita com luz:
Um fotógrafo esteve aqui antes do fim.


Irving Penn, Picasso em La Californie, 1957

3 comentários:

Adriana Karnal disse...

a captura da vida, cada ruga, a expressão do olhar...bela foto.

dade amorim disse...

Linda descrição, Marco. E que foto!

Abraço grande.

Vais disse...

Ei, Marcantonio,
foto, poema e os mistérios da existência e do tempo

TEMPO DE EXPOSIÇÃO que enche um corredor de um lado e de outro.

E Dade colocaca a palvra, a 'descrição' da TESTEMUNHA

Numa coleção que saiu, aaaanos atrás, História Geral da Arte, com livros e vídeos e que fiquei nos dois primeiros volumes, e no primeiro tem este quadro, do casal Arnolfini, não raparei no detalhe do espelho, reparei com extrema admiração nas dobras, nas pregas, no franzido do vestido, na textura dos tecidos, na pelagem do cão, na perfeição e de tão perfeito parece uma fotografia.
Belo 45!

um abraço