Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

TEMPO DE EXPOSIÇÃO (50)

COLETA

Que patético pareço,
Pé ante pé
Com esta rede na mão,
Procurando entre os instantes voadores
Os mais raros.

Ainda há lepidópteros sem catalogação?


Robert Doisneau, Autorretrato,

6 comentários:

Adriana Karnal disse...

vc acertou em cheio!!! maravilhoso

Carol Timm disse...

Muito bonito esse poema, Marco. Fez parte do meu dia, uma reflexão como essa... vale a pena procurar tanto?

E que foto, esse auto-retrato do Doisneau. Lindo! (rs)

Bjs,
Carol

Ana Ribeiro disse...

Penso que você tem conseguido o feito de capturá-los e catalogá-los com uma invejável e rara frequência. Esse espaço me fascina.
Um abraço
Ana Ribeiro

Cris de Souza disse...

Dinossáurico!*

Bípede Falante disse...

Que patético(a) pareço e que gosto tenho em parecer!
Beijos :)

LauraAlberto disse...

a imagem que o espelho reflecte não sou eu

abraço

LauraAlberto