Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

sábado, 12 de novembro de 2011

TEMPO DE EXPOSIÇÃO (55)

GASTAS FIGURAS

A busca de uma imagem original
Para a fragilidade da existência
É vã, improdutiva.

Já foi usada a trêmula chama da vela,
O voo fugaz da libélula,
A rosa virginal e bela
Que amanhã estará ressequida,

Etc., etc...

Parece que o desgaste das metáforas
É a melhor metáfora para a vida.

Cindy Sherman, Sem Título, 1985.

























Mais de Cindy Sherman Aqui e Aqui

8 comentários:

Evandro L. Mezadri disse...

Escreve com maestria, mais uma obra muito rica.
Grande abraço e sucesso!

Elza Fraga disse...

Tem coisas que me dá uma raiva de não ter escrito antes, rsrsrs!
Exemplo? Este fecho do seu poema.
Muito bom, poeta, parabéns pelo achado. Poesia deveria ser sempre assim, esperar uma coisa e encontrar o inusitado [ou inesperado, rs]
Bitokitas e luz na estrada. Sucesso!

Celso Mendes disse...

espelhos envelhecem e imagens empobrecem. a vida é uma metáfora que nunca foi muito bem explicada ou compreendida, não é?

belo texto!

abraço.

Analuz disse...

é... a figura também envelhece...mas sempre há um modo original de dizer a mesma coisa...

Beijinho de fã, poeta artista!

marciagrega disse...

Gostei do "pessimista esperançoso"!
Me identifiquei...

Um abraço (estou te seguindo)
Marineide Dan
(marciagrega)

http://brasigrega.blogspot.com
http://marciagrega.blogspot.com
http://gregapoemas.blogspot.com

Luna Sanchez disse...

Incompreensões por todos os lados...

=*

Lidi disse...

"Parece que o desgaste das metáforas
É a melhor metáfora para a vida."

Perfeito!

Cris de Souza disse...

... e tal.