Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

TEMPO DE EXPOSIÇÃO (59)

INFUSÃO

Retenho
A última palavra
A macerar na saliva:
Para que se torne
Tenra e doce,
E não te agrida.

Diane Arbus, A Child Crying, 1967.

7 comentários:

Analuz disse...

alma grata!

= )

Beijinho com admiração,poeta artista!

Batom e poesias disse...

Ruminar o fel, para torná-lo mel...
Poema belo!

(Parece que consegui voltar a postar por aqui).

:D

Bjs
Rossana

Bípede Falante disse...

Talvez, esse seja o meu único desejo impossível...
beijoss

Marcelo Henrique Marques de Souza disse...

Difícil fronteira..

Sílc disse...

Me ajude a respirar...Sozinha não consigo!

Cris de Souza disse...

Estou a pensar docemente: quem há de jogar saliva fora?

Jonathan disse...

Gostei deste! Bem interessante!