Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

domingo, 3 de julho de 2011

PROVAS DO ARTISTA (22)

FARÁ DIFERENÇA?

O ar que te envolve
Parece te adornar:
Térmica aura solar.

Tu mesma a emites
Ou a ti se transmite
Este ardor de te amar?


Tomie Ohtake, Sol, gravura, 



















Instituto Tomie Ohtake: AQUI

6 comentários:

Tania regina Contreiras disse...

Sabe que é inevitável, Marquinho, te ler e pensar que eu já queria estar lendo tudo isso num livro? Eu adoro poesia, amo seu trabalho e já queria o livro nas mãos, que também gosto muito de papel, de pegar, folhear, ler, voltar, fechar e abrir ao acaso qualquer página, como um oráculo. Eu acho que não demora tanto...Tomara!!
Beijo,

Cris de Souza disse...

O ar que te revolve
Parece te arvorar:
Poética aura solar

Tu mesma a exprimes
Ou a ti se redige
Esta rima de te amar?

...

Cris de Souza disse...

beijo, protestante!

(intuí que o senhor implicaria com o título do quarteto)

Eurico disse...

O mistério do Sol é doar-se com toda a energia, até a própria exaustão.
Não há maior altruísmo. rs
Seria amor?

Abraço fraterno.

Celso Mendes disse...

há auras que são próprias. há auras que pertencem apenas aos olhos de quem vê, mas que existem, existem!

irradiante poema.

abraço!

Drisph disse...

Olá amigo, voltando a te visitar.
Que poesia linda... Curtinha, mas com entrelinhas infinitas... naveguei demais em suas letras...
Um beijo doce e um lindo dia.
Adriana (seguindo-te)