Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

sexta-feira, 27 de maio de 2011

INTERIORES E VIDA SILENCIOSA (XLI)

43 – interior nublado

Constatei nitidamente
(de corpo presente),
que é lá fora que o sol se encontra.

As nuvens aqui de dentro mentem!

Magritte, L'Avenir des Statues, 1937

17 comentários:

Ribeiro Pedreira disse...

as nuvens têm mania de esconder azuis permanentes.

Fred Caju disse...

Incrível: preciso e sem duas conversas.

Sam disse...

Por isso que acredito na transição.

Meu carinho, Marco.
Samara Bassi

marlene edir severino disse...

Será?

Então mentem...
Descaradamente!

[... Mas confesso,
estou preferindo hoje
o interior nublado mesmo]

Abraço!

Marlene

nydia bonetti disse...

Mas o sol de dentro não mente. Genial Marco! Beijos.

Dario B. disse...

E as vezes chovem pra fora.

Carla Fernanda disse...

Bom dia!
Lindo, lindo e aqui dentro tentamos desvendar o sol.
Carla

dade amorim disse...

Maravilha, Marco! Adoro essa precisão com que você diz as coisas sem perder a poesia nunca.

Beijo e um fim de semana muito bom.

Cris de Souza disse...

universo peculiar e/ou particular?

tá vendo, constato a sua habilidade em construir interiores intrigantes. ô criatura danada!

outro beijo em ti.

Tania regina Contreiras disse...

O sol alterna a sua moradia...Às vezes dentro, Às vezes fora...

Beijos, Marquinho

Cris de Souza disse...

(outra cosita: essa arte do magritte é fantástica)

OceanoAzul.Sonhos disse...

... mas muitas vezes permanecemos nesse interior nublado, mesmo assim.
Abraço
oa.s

Mariana disse...

A poesia é um modo de enxergar através das nuvens. Abraço.

Celso Mendes disse...

Um poema conciso e preciso, como já comentado. Muito bom, como aliás outros que vi em seu blog, que passo a seguir.

abraço!

Bípede Falante disse...

Marcantonio, isso é que é decifrar nuvens. Estou aqui em águas evaporadas de excitação com esse poema :) beijo.

Lalo Arias disse...

A gente quase sempre esquece, Marco: há sempre o sol por cima das nuvens.
Abraço.

Lu disse...

Não sei, confesso, fiquei em dúvida. Será que mentem mesmo? rs

bacio