Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

segunda-feira, 16 de maio de 2011

INTERIORES E VIDA SILENCIOSA (XXXII)

34 – natureza-morta com ser vivo

Antiga edição de Moby Dick,
um livro marítimo:

a traça flagrada,
peixe-leviatã aflito,
desaparece, tão rápida,
sob a água mencionada
no segundo parágrafo
do primeiro capítulo.

Van Gogh, óleo, 1887

4 comentários:

Elton Pinheiro disse...

Gostei. Essa traça que traça o livro (o real) e que a literatura reinventa nele mesmo..

Luciana disse...

Olá Marco Antonio!

Obrigada pela visita lá np blog. É muito bom fazer contato com pessoas com tantos interesses em comum!

Também tenho um fraco pelas letras, mas, no meu caso, a febre é de prosa, mais especificamente contos.

Seria um prazer recceber comentários seus sobre meus progressos (ou involuções) nesse aprendizado da pintura. Sugestões e críticas são sempre bem vindas!

Um abraço,

Luciana

dade amorim disse...

Delícia, Marco.

Beijo pra você.

Dalva Maria Ferreira disse...

Uma verdadeira meta-traça.