Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

terça-feira, 16 de agosto de 2011

PROVAS DO ARTISTA (49)

NAS SUPERFÍCIES

De profundo, nada.
O mundo, clichê lacônico,
Nas anódinas fachadas
Nunca alteradas
Por descontínuos ventos:

Frases da década de sessenta
Grafitadas
Ladeiam os letreiros coloridos,
Que anunciam aos insaciáveis
Os inoxidáveis novos tempos.


Barbara Kruger, Sem título, foto-offset litografia e serigrafia

3 comentários:

Chorik disse...

O mundo é mesmo uma fachada de contrastes insignificantes.

D.Everson disse...

grande poeta, sempre com um verso novo por esses horizontes azuis =]

Dario B. disse...

Me fez lembrar: Celacanto provoca maremoto. Inoxidável lembrança tb. Forte abraço.