Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

terça-feira, 30 de novembro de 2010

APONTAMENTO NA BORDA DO DIA (9)

O nome do dia
é tal um corpo
para uma alma insubmissa.

Um número que determina
uma reencarnação.
Uma caixa de vidro baço
para conter a luz.

Estou, então, dentro e fora
do dia.
Uma parte de mim se repete
apenas porque é terça-feira;
outra parte maior
não segue a ordem do dia.

4 comentários:

Mai disse...

Contido e incontido e nesta inquietude - ARTEPOESIA - os dias bordejam em goles de azul.

beijos

Tatiana disse...

Confesso que também tenho estado assim...Estou, dentro e fora
do dia.

Identifiquei-me com o que li!

Um abraço carinhoso

betina moraes disse...

que bonito, marco!

Cris de Souza disse...

ai,ai...
esse serve pra qualquer dia.