Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

FRAGRANTE

Perfume feliz,
o teu perfume de ave solta
na sombra casta
e azulada da manhã.





















Marc Chagall, Paisagem Azul, 1949

8 comentários:

Luiza Maciel Nogueira disse...

o poema casou bem com a imagem, o azul é tão sereno, como o voo duma ave de sombra azul

bjo

betina moraes disse...

impressionante marco, você consegiu uma leganda refinada para o belo momento de chagal (um dos meus pintores preferidos),

ficou lindo, lindo.

abraços.

Cris de Souza disse...

Assim, suspiro...

Cris de Souza disse...

só quis dizer que esse azul é lindo de viver!

Lara Amaral disse...

Ótima sacada do título. E poema que flutua em ondas prazerosas.

Beijo.

Domingos Barroso disse...

a mesa posta,
a vidraça diáfana
e lá fora (junto à paisagem)
toda a tua Poesia
...

forte abraço,
meu amigo.

aeronauta disse...

Perfeito, diáfano, iluminado. Dialoga demais com o texto que acabei de escrever!(Não que o meu texto seja tudo isso, mas as imagens comungam, se encontram)

Bípede Falante disse...

bom perfume para se ter, se bem que pode ser enjoativo :)