Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

POESIA ANDANTE

Que guia me trouxe
A este círculo vicioso
Do inferno
Que nunca se avoluma
Numa esfera real?

Gustave Doré, ilustração para a Divina Comédia, de Dante

2 comentários:

Dario B. disse...

Quiçá Beatriz, poeta...

Mai disse...

Ou Dante ou nada, ou talvez tenha sido mesmo a Beatriz, como saber se em tudo há que se duvidar, e se a vida é esta eterna danação.

Marcantônio, tenho lido Le Goff e a invenção do purgatório, mas sou inquieta e leio outras coisas, então li em Heidegger esta pérola:

"Apago me diante de alguém que não está ainda aqui, e inclino-me a um milêncio de distância perante seu espírito"

Somos grãos de areia ou o que?

bjos