Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

EM CÍRCULOS

O tempo
é porta giratória:
distraído saio
sem sequer entrar.

5 comentários:

Luiza Maciel Nogueira disse...

as vezes como eu queria sair do ciclo também...beijo!

Bípede Falante disse...

é estranho estar dentro do relógio sem ser um ponteiro

Lara Amaral disse...

Muito bacana, poeta! ;)

Arcoiris No Horizonte disse...

nem ponteiro, nem tempo parado, é ficar ouvindo o tempo começar ouvindo o som mais distante...até sumir junto com ele
miris

Cris de Souza disse...

relógios aceleram o desajuste.