Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

sábado, 4 de dezembro de 2010

CORRESPONDÊNCIA

Ardente
nos lábios,
um timbre:
teu beijo.

4 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Sete palavras: número cabalístico para um poema-magia...
Lindo demais!
Grande abraço, meu amigo Marcantonio

Bípede Falante disse...

Beijo bom tem de ser assim :)

Mai disse...

Al dente ou ao ponto -
ardentes são beijos ardentes;
e são bons porque são macios assim.

Abraços

Cris de Souza disse...

ai, que calor!