Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

domingo, 26 de dezembro de 2010

DE PROFUNDIS CLAMAVI

O recuo do mar
deixa na areia
conchas mensageiras
que entregam aos ouvidos
cantos de sereias.

Seria a maré
seduzindo-me
ao azul marinho
do fundo esquecimento?

Marcantonio, Azul Marinho

3 comentários:

betina moraes disse...

uma pergunta espiritual!

o quadro me capturou, a sereia está nele, com toda a certeza.

parabéns pelos dois trabalhos...


abraço.

Cris de Souza disse...

sei que sua arte é profundamente bela, tanto o poema quanto a tela: inesquecíveis!

(queria este quadro no meu quarto)

Lara Amaral disse...

O azul faz isso com a gente... Boa pista a sua!

Beijo.