Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

PERDA

Escapam suas trêmulas mãos
que se agarravam às minhas
As unhas me abrem nas palmas
rubro signo: sangradas linhas
com irremediável significado
que inflamado ficará, latejante,
mesmo quando o significante,
adiante, já houver cicatrizado.

2 comentários:

Andrea de Godoy Neto disse...

Marco, eu sou também de reações adversas. Adorei esse poema!

estou voltando das férias e do mundo da lua...louca para ler todos os versos

um beijo

Lara Amaral disse...

Além do conteúdo de sua poesia, que sempre surpreende, ainda há ritmo, filosofia, frenesi... E tem gente que acha fácil fazer poesia... não se for de qualidade assim, meu amigo!

Beijo.