Imagem do cabeçalho: "O Grande Canal de Veneza" (detalhe) de Turner

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

ROSTOS - MODOS DE CRIAR RETRATOS (5)

A tua boca,
Ríspido granito,
Delega aos olhos
Tua expressão:
A fala e o grito.

Caravaggio, detalhe de Judith Degolando Holofernes

6 comentários:

J. disse...

O que os lábios calam
escapa pelos olhos...

...

A imagem inspirou o poema ou só está ilustrando?

betina moraes disse...

marco,

sensacional.
caravaggio poderia ter lhe ditado a emoção!

beijo.

dade amorim disse...

Incrível essa série, Marco. Toda vez que venho aqui, penso num curso à distância e me envergonho de ter ficado à deriva.
Beijo.

Fred Caju disse...

Marcão, com o perdão da palavra, esse é o típico poema que é melhor adjetivado como: do caralho!

Lidi disse...

Adorei este poema. O olhar fala mais que tudo. Abraços.

Lidi disse...

Ah, e a associação com a imagem está perfeita!